Consultoria em alimentacao

Consultoria em alimentação

Por Claudia Jarola

Como funciona a consultoria em alimentação?

A consultoria em alimentação é realizada por profissionais especializados e com preparo necessário para adequar e gerir todo negócio alimentar.

Sempre atuando com uma visão empreendedora e com a especialização do marketing em conjunto das legislações vigentes. O negócio em alimentação é verificado e adequado sempre com o objetivo de sucesso.

O ponto chave ou primordial é o locar de serviço em alimentação estar adequado conforme a Resolução Federal e quando disponível em determinadas localizações na Municipal. Toda essa adequação busca evitar doenças transmitidas por contaminações ou falta de higiene no local de trabalho e atendimento ao cliente.

Após a visita ou criação inicial do negócio é feita uma analise documental avaliativa através dos profissionais da equipe (advogado, segurança do trabalho, químico e nutricionista). Após essa analise é feito o Plano de Ação ( com relatório fotográfico) que consiste em adequar a forma de funcionamento do local através da Supervisão da Consultoria.  Este plano de ação segue com as elaborações específicas para que efetivamente seja feita a implementação do que foi desenhado. Cada local precisa ter os procedimentos específicos e para isso é elaborado o Manual de Boas Práticas e o POP – Procedimento Operacional Padronizado que são documentos que o estabelecimento deve ter para comprovar que segue as legislações sanitárias vigentes e dessa forma garantir a qualidade do que está sendo servido ou preparado. 

Outros exemplos que devem ser utilizados são os Documentos de Controle, Documentos de Orientação, Relatórios de Execução das Atividades de Controle de Pragas, Higienização do reservatório e os laudos das analises microbiológicas.

Resolução- RDC 216/2004

Essa resolução estabelece as boas práticas em alimentação para garantir a qualidade dos serviços de alimentação.

Manual de Boas Práticas

A forma de manipulação, a forma de servir e armazenar os alimentos são fatores primordiais para garantir a qualidade do que está sendo oferecido.

Além de ter responsabilidade com o consumidor o estabelecimento precisa se respaldar em casos de fiscalização e de denúncias.

A única forma de garantir tudo isso é oferecendo o treinamento para que os funcionários sigam todas as regras de higiene no dia a dia.

A ANVISA possui uma cartilha de Boas Práticas ao qual deve ser adequada e utilizada pelos funcionários responsáveis pelo Serviço de Alimentação e estar sempre disponível tanto nos escritórios como no local de atuação dos serviços de alimentação.

Planilhas e Relatórios

Para acompanhar de maneira adequada a forma que os alimentos são sendo manipulados, esterilizados, filtrados e como é feita a limpeza do local. É necessário implantar relatórios técnicos onde são sinalizadas as atividades, necessidades e anomalias detectadas no dia a dia.São os Documentos de Controle, Documentos de Orientação, Relatórios de Execução das Atividades de Controle de Pragas, Higienização do reservatório e os laudos das analises microbiológicas. Tudo isso com o objetivo de organizar e sanar de forma rápida e eficiente qualquer necessidade. Só assim a segurança alimentar pode ser garantida, evitando possíveis contaminações.

Para agendar uma visita é só entrar em contato pelo e-mail: contato@spnutricao.com ou entrar no link. 

Autoria: Claudia Jarola

 

Deixe seu Comentário

Your email address will not be published.